28 de agosto de 2007

Te cuida dos alçapão

Não é fácil alçar vôo. Tem muito alçapão por aí e perigo por todos os lados. Aquilo que nos alimenta e protege é nossa prisão. Ainda que tenhamos consciência de nossa condição de prisioneiros, sabemos que é só na segurança da gaiola que temos sombra e água fresca. Não queremos alçar vôo.

No centro da nossa ilusão há somente uma grande e assustadora roda que prossegue girando e girando. Nós é que a movemos. Estamos todos correndo dentro dela, como ratos. Ela tem muitos nomes, muitas faces. Alguns a conhecem como trabalho, outros a chamam de família, outros ainda de igreja. Cada um acredita-se livre do outro, mas estão todos juntos. Seja qual for o nome, o destino que nossa ilusão criou é o sucesso, o caminho é a performance e o guia a segurança e o conforto.

A loucura daquele homem que não tinha onde reclinar a cabeça foi convidar-nos a voar. Mostrou-nos a porta da gaiola aberta. Xô, disse ele, voem, libertem-se. Abram mão do alimento, da segurança, da proteção, do sucesso, da glória. Só assim serão livres.

Pobre infeliz. Não sabia que ninguém o seguiria por isso. A liberdade é nosso maior inimigo. Tranquem a porta, joguem a chave fora. Quem teria coragem de voar?


-----





Patativa
Roberto Diamanso


Xô, patativa do galho de pau
Tiraram a mata daqui
Só resta a ti ir embora

Xô, patativa do galho de pau
Tiraram a mata daqui
Já me botaram na gaiola

Diga lá a azulão
Que não me sai da lembrança
Aquela nossa festança
Na sombra do juazeiro

Mas o perigo chegou
Liga na fonte, laço no ninho
Morre quem chegar primeiro

Xô, patativa do galho de pau
Tiraram a mata daqui
Já me botaram na gaiola

Xô, patativa do galho de pau
Tiraram a mata daqui
Só resta a ti ir embora

Sinto que já dói no peito a saudade
Quem me dera poder ir
Tem jeito não, posso não
Te cuida dos alçapão, vai-te embora

Sinto que já dói no peito a saudade
Quem me dera poder ir
Tem jeito não, posso não
Te cuida dos alçapão, vai-te embora







-----



Do imperdível CD Menestrel, de Roberto Diamanso



Você pode comprar o CD aqui.

6 comentários:

  1. patricia evangelista7:55 PM

    essa é sem duvida uma das mais lindas musicas do roberto, se é que dá pra fazer um ranking. não li seu blog inteiro então não sei se ja deram o paradeiro do homem. ele mora em guarulhos e lá nos reunimos como igreja todos os domingos. graça e paz te sejam multiplicadas!

    ResponderExcluir
  2. Meu, gostei do texto e dei um ctrl+C nele pra postar na Salada Mista dia desses, ok?
    Ab

    ResponderExcluir
  3. Legal Rubinho, fique à vontade.

    ResponderExcluir
  4. Oi Tuco!
    O Mestre falou, tá falado.
    Xô Patativa!!!
    Tem jeito de ficar em gaiola não.
    To voando no vento da Graça, entre raios e trovões.
    Haja Deus!!!

    Êta blog bão sô...

    bjk:)

    ResponderExcluir
  5. Tive o privilégio de conhecer o Roberto, qdo morei em Guarulhos. Pude ouvir esta e outras de suas músicas ...até cantamos juntos em honra ao Rei dos Reis. Saudade... são quase 14 anos sem encontrá-lo e sem saber de seu paradeiro. Gostaria de reestabelecer contato. Qualquer ajuda nesse sentido será bem-vinda.
    deibn@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. ...mais triste de um pássaro engaiolado é que ele parece estar feliz... Mario Quintana

    Desengaiolei, e li!

    beijos

    ResponderExcluir