12 de maio de 2008

Incríveis histórias medíocres de montanha - a série

APRESENTAÇÃO


Temos uma queda pelo grandioso. Sonhamos alto, buscamos a glória. Nossos heróis são gente de feitos homéricos (ainda que nem saibamos quem foi Homero). Ansiamos por alcançar os grandes cumes, subjugar as grandes paredes, estraçalhar as altas graduações, galgar as mais assustadoras travessias, transpor as gretas mais profundas.

Mas a dura realidade é que a imensa maioria de nós jamais fez nem fará nada de extraordinário. Gastamos nossos finais de semana e nosso dinheiro em aventuras medíocres. Vemos filmes, clipes e documentários, lemos livros, revistas e blogues, ouvimos e (a glória) damos palestras, sempre sedentos pelas grandes aventuras que jamais teremos.

Essa “tag” é dedicada à todos aqueles que, como eu, sonham em voar alto, mal tiram os pés do chão, mas sentem-se realizados. Sim! Conseguimos enxergar, ainda que com certa dor de cotovelo, a beleza do medíocre. Existe aventura e emoção intensa no ordinário. Aqui mesmo, nos barrancos do quintal da minha casa, senti os mesmo horrores e a mesma glória que Messner, Gulich, Tartari e Niclevicz. Alguém precisa saber disso.

As postagens que darão continuidade a essa série narram as mais inacreditáveis aventuras que um zero à esquerda foi capaz de enfrentar. Todas elas baseadas em fatos reais, possivelmente alterados pela ação do tempo.


Acompanhe:

Incríveis histórias medíocres de montanha – a série
1. Apresentação

PS: As postagens desta série serão esporádicas de forma que, se alguma pobre alma quiser acompanhar os textos, precisará visitar esse maldito blog de vez em quando. Há também a opção de assinar a RSS do blog e acompanhar todas as postagens. Se quer fazer isso, mas não sabe como, procure no Google. Ele tem absolutamente todas as respostas.

6 comentários:

  1. Ah! Só pra lembrar... no filme vestígios do dia (www.imdb.com/title/tt0107943/), não acontece absolutamente nada de grandioso, incrível ou coisa que o valha. E é um filme extraordinário!

    ResponderExcluir
  2. Hum. Boa dica. Vou ver se alugo. Se é que tem pra alugar aqui nessa terrinha de blockbusters e nada mais.

    É um consolo crer que terei pelo menos 1 leitor :-)

    Valeu Rubinho.

    ResponderExcluir
  3. Ei também lerei Tuco...


    pode contar comigo! =)


    Abração amigo
    Fique na Graça

    ResponderExcluir
  4. E eu também lerei...Apesar de nunca ter feito comentários, sou uma leitora assídua e fiel do seu blog. Confesso que às vezes sinto até um friozinho na barriga mas, faz parte...

    Conte comigo. Sou sua fã.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  5. Puxa vida. Totalmente inesperado. Valeu Malú.

    ResponderExcluir